sexta-feira, 26 de setembro de 2008

"A NUVEM"


Canta esta branca nuvem

um amor sobre meus ombros que,

amando-a chora que,

solitário ri e tão alto vive.

Eu ouço a canção que passa e não quer

contar-me uma história

e é tão soberba a dor que meu olho chora

e a nuvem igual feitiço

voa e vai-se embora

pra nunca mais voltar

em qualquer céu que eu olhe.


Paulino Vergetti Neto

Um comentário:

Narán disse...

Hola...

Gracias por visitarme... y elogiar mi blog.

Y decirme lo de las imagenes!

Muchas gracias!

Cuidate.

Hasta luego.

Blog Widget by LinkWithin