sábado, 18 de outubro de 2008

"INSTINTO DE FLOR"


Minha alegria termina

no começo da tristeza

de ficar sem a menina

que habita tua beleza.
Alguma rosa germina

no cinzel da natureza

de tua parte feminina

contornada de leveza.
Uma rosa que alucina

o sentido da fraqueza

e meu desejo termina

se teu instinto deseja.
Tua beleza contamina

meu delírio de pureza

e o amor nasce resina

nas corolas da beleza.


Afonso Estebanez

Um comentário:

Neusa disse...

Olá. Vim agradecer o carinho da sua visita e conhecer teu lindo cantinho, que amei. Aqui é tudo muito lindo. Ofereço meu awrad e o selo CA (pergaminho) com muito carinho. Tenha um lindo domingo. Beijos

Blog Widget by LinkWithin