quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

"A NOSSA CASA"


A nossa casa, Amor, a nossa casa!
Onde está ela, Amor, que não a vejo?
Na minha doida fantasia em brasa
Constrói-a, num instante, o meu desejo!

Onde está ela, Amor, a nossa casa,
O bem que neste mundo mais invejo?
O brando ninho aonde o nosso beijo
Será mais puro e doce que uma asa?

Sonho... que eu e tu, dois pobrezinhos,
Andamos de mãos dadas, nos caminhos
Duma terra de rosas, num jardim,

Num país de ilusão que nunca vi...
E que eu moro - tão bom! - dentro de ti
E tu, ó meu Amor, dentro de mim...

Florbela Espanca, in "Charneca em Flor"

30 comentários:

Valter Montani disse...

Florbela Espanca é tudo de bom,
e você Serena, também alegra
meus olhos e coração.
Pois compartilhar sentimentos
em forma de poesia
é uma dádiva concedida
aos poucos seres que
foram talhados pelos
mistérios da magia.

bjs e bom dia

Isa disse...

Sempre Florbela,verdade,Serena?
E esta música plangente...q. acompanha!
Beijoo.
isa.

paula barros disse...

Vim ler você e encontro Florbela, Elcio, um grande encontro de poetas. Onde a emoção, a sensibilidade, o amor nas diversas formas se faz presente.

abraços

Tatiana disse...

Bom dia Querida Serena!

Só tenho a lhe agradecer a permissão...sua poesia conseguiu revelar em palavras o meu sentir.
Obrigada de coração!

Adoro Florbela... uma grande poetisa da alma feminina!

Hoje eu poderia entra aqui e lhe desejar apenas um dia bom! Mas meu coração deseja ao seu muito mais, ele espera que este seja um dia de vitórias e realizações.
Que ao terminar o dia, o saldo seja positivo e o seu coração pulse agradecido por ter tido um dia feliz!

Um beijo carinhoso

Brisa disse...

Florbela me espanca!!!

Abraços

tossan disse...

Sempre com boas poesias, quando não escreves, escolhe-as tão bem como esta. Bj

Nilson Barcelli disse...

A vossa casa são vocês mesmos... e quando isso acontece, há amor, muito amor.
Belo poema querida amiga, parabéns.
Beijos.

neide disse...

Querida Serena,
Não sei qual de nós duas tem mas paixão por Florbela, sempre posto poesias dela também e adoro quando venho aqui e a encontro. Ela d+++++ não é?

Bjsss minha linda e tenha umna tarde iluminada.

UIFPW08 disse...

Serena você sempre escolher belos poemas complimenti...
Maurizio

Ernani Netto disse...

Sonetos são sempre belos!

Bjaum

Cleo disse...

Serena, aqui está um luxo, com esta música das esferas a ecoar nos versos de Florbela e no teu blog, lindo.
Beijos carinhosos.
Cleo

Gaspar de Jesus disse...

Quanta Poesia vai por aqui...!
Parabéns SERENA
Bjs
G.J.

Cris disse...

Adorei Florbela, Serena. Aquí é um lugar que venho relaxar, depois de um dia de trabalho.

Beijo, linda

Elcio Tuiribepi disse...

Te vi no blog a Tatiana...parabéns pelo belo poema, li de novo aqui o meu, mania que a gente tem de cuidar de nossas crias...já foi dar uma olhadinha lá no seu? Tenho certeza que sim...um abraço na alma...bjo

Flor ♥ disse...

Oi, Serena.

Florbela e esta canção: sublimes!

Tem um selinho novo prá ti no Interlúdio.

Beijos!

Carlos Barros disse...

Serena,
Que bom reler a Florbela, ainda mais aqui nesse aprazível recanto.

Beijo na alma!

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Como sempre tudo muito bonito por aqui.
Só passei para dar um abraço


No entardecer,
o sol dança com a chuva
e um arco-íris
no horizonte tinge...
Espera a lua surgir
e entre as nuvens
uma estrela luzir.
Depois, a terra sorri
quando na noite escura
o céu clareia...
Um véu de estrelas
abraça a lua cheia...
O poeta fecha os olhos
e sente o poema
correr em suas veias.
A lua deita no mar
e o sol, novamente
beija a areia.

(Sirlei L. Passolongo)

POETICAMENTE FALANDO... disse...

Simplesmente maravilhoso esse seu espaço!!Vim em andanças poéticas, e voltarei sempre!!
Parabéns pela bela apresentação...

Beijos,
Reggina Moon

Tatiana disse...

Dias especiais são aqueles que compartilhamos com pessoas que nos fazem bem... por isso estou aqui. Junto de Ti meu dia ganha muito mais cor!
Obrigada por sua amizade, carinho e presença em meu blog.
Um beijo carinhoso

manzas disse...

Grande poetisa Florbela!

Redigi no pulsar
Do meu ser
Uma valiosa
Carta guardada...
O sol não nascerá
Sem que passe por lá
Para a ler,
Ou ela será
Lacrada.

(rss)

Obrigada pela visita
e comentário
Que deixou no meu

Pensamentos

O eterno abraço...

-MANZAS-

Susi disse...

Aplausos! Florbela bela e eterna. bj

Carlos Barros disse...

Querida Serena,
Agradeço a gentileza e generosidade expressadas em tuas palavras ao me presentear o selo, que já o levo com muito prazer!

Beijo na alma!

Marcos Miorinni disse...

Florbela; adorável como de costume.

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

Florbela Espanca.

abraço das letras
Marcos

Betty Branco Martins disse...

._____querida Serena




excelente escolha "Florbela Espanca"



________///




faz muito tempo que não te vejo:=(








beijO_____ternO

Mai disse...

Interessante que eu não conhecia esse e quando li a terceira linha pensei Serena está a própria Florbela..rsss

Beijos, querida.

Carinho,

Mai

Izinha disse...

Obrigada amiga pelos selinhos, vou levá-los com muito carinho e obrigada por sempre lembrar de mim.

grande beijo!

Maguillasan disse...

Nossa casa por mais simples que seja ainda é nossa casa,nosso divino lar abençoado por Deus.

Elcio Tuiribepi disse...

Toc...toc...hora de trocar a postagem...acorda Serena! Um abraço na alma...e uma ótima quinta para você...valeuuuu

O Profeta disse...

Fascinante poesia...como tu...


Doce beijo

Elcio Tuiribepi disse...

Sexta? caracole...to mals...rs

Blog Widget by LinkWithin