terça-feira, 19 de maio de 2009

"EU MESMA"



Hoje serei eu mesma...
Juntarei meus pedaços,
meus momentos esquecidos.
Darei cores vivas a um passado
em preto e branco.
Escreverei outro livro,
em páginas decoradas com a poesia.
Hoje serei eu mesma...
preciso enxergar o que não quero,
chorar até secar todas as lágrimas,
banir os pensamentos sombrios
e descansar dentro de mim.
Farei muito barulho,
vou gritar, berrar até cansar.
Quero acordar deste sonho inexistente.
Vou romper as teias,
retirar o mofo que impregna minh'alma
E depois quem sabe te dizendo adeus,
eu possa voltar a sorrir.

Serena.


24 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA SERENA, MARAVILHOSO POEMA... SUBLIMES PALAVRS AMIGA!!!
UM ABRAÇO DE AMIZADE,
FERNANDINHA

REGGINA MOON disse...

Serena,

Hoje seremos "nós mesmas"...que maravilha de Poema!!!
Gostaria de postar em meu Blog, se me permite...

Muitos beijos,

Reggina Moon

João Menéres disse...

SERENA
Já me queres dizer adeus? (rs,rs,rs,).

Linda a tua poesia!
Como podes escrever uma poesia sem estares dentro desse triste fado?

Muitos parabéns.

Um beijo luminoso.

REGGINA MOON disse...

Já está lá Serena...lindo!!

Beijos e linda tarde pra ti, Poetisa!

Reggina Moon

Conheça meus outros Blogs também...seria uma alegria...rs

Palavras Rabiscadas disse...

Olá Serena...
São nos momentos de desilusões que belas poesias são compostas, assim como esta. Fiquei muito sensibilizada. Força poetisa, vc é guerreira. Beijo no coração.
Marli

Anne Lieri disse...

Serena,uma bela poesia de um momento em que a alma está triste!Muito linda!Bjs,

lili laranjo disse...

SErena
Gostei de te ver...Ali...
Agora aqui...deixo...


SE…

Se...
Se...
Se...
Já viste...
Que a vida é mesmo isso?...
Sempre se vive a interrogar...
Se...
Se...
Se...
E vamos interrogando...
Vamos perguntando...
E vamos tendo sempre...
Esta preocupação...
Se...
Se...
Se...
E com tantos...
Ses...
Vamos continuar a dizer...
Se...
Se...
Se...


Lili LARANJO

Sonia Schmorantz disse...

Muito bonito, Serena, parabéns!
Um abraço

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Lindo poema amiga.
Obrigado pela visita.
Teu blogger ta lindo
Abraços

huga katia disse...

Lindo poema, to precisndo muito romper novas teias...bju querida!

Anne Lieri disse...

Serena,voltei para reler esse belíssimo poema e dizer que tem um selinho prá vc em meu blog!Bjs,

Cadinho RoCo disse...

Está tudo certo, só não pode é esquecer de rir e rir sempre.
Cadinho RoCo

Fatima Cristina disse...

Oi Serena,
Bonito!

Escrevi sobre uma viagem num mundo de blogs... vá lá ver!

Beijos,
Fatima

Rodrigues Bomfim disse...

Amiga Serena.
Obrigado pela presença e comentário no blog.
Desejo pra vc um excelente FDS!
Beijos!!

Gleiciane disse...

Oi amiga,td bem?
Passei p/fazer uma visitinha e deixar um bjão!!

UIFPW08 disse...

Dolcissima Serena...

Nayla disse...

Olá Serena queria te oferecer outro selinho é só pegar e seguir as regras.Bjs espero q goste.

Cadinho RoCo disse...

Já de volta.
Cadinho RoCo

Sonia Schmorantz disse...

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos. Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.

A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade. E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências...

A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida. Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar.

Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos. Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure. E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.

Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado. Se todos eles morrerem, eu desabo! Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles. E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.

Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles. Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer...

Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!

Autor: Paulo Santana

Um lindo final de semana!
Abraço

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

A Amizade é...
O mais nobre dos sentimentos,
Cresce à sombra do desinteresse,
Nutre-se brindando-se e floresce
a cada dia com a compreensão.

Seu lugar está junto ao amor
Porque ela é também amor.
Somente os honestos podem
ter amigos, porque à amizade,
o mais leve dos cálculos a fere.

Como é um bem reservado aos
eleitos, é o sentimento mais
incompreendido e o pior interpretado.
Não admite sombras nem fingimentos,
rusticidade nem renúncias.

Exige no entanto sacrifício e coragem,
compreensão e verdade,
VERDADE! acima de todas as coisas.

Com as pequenas coisas
do dia a dia
cresce nossa amizade.
Desejo que sempre seja assim.

(Desconhecido)


Te desejo um final de semana com muitos amigos,amor e paz
Abraços do amigo Eduardo Poisl

©tossan disse...

Bonito Serena! Beijo e bom fim de semana


Um texto
é o olhar da alma
encontradas por quem escreve,
com os abraços das palavras,
visto na utopia
ou na realidade!
tossan

Christi... disse...

Oi querida, até que enfim consigo abrir aqui essa página, vou pedir danos morais ao blogger e ao explorer

Lindo seu poema, fala muito da introspecção, do momento que temos que ter conosco, do avalie-se a si mesmo.
Como tem verdades aqui.
Um divã de poema. rs

Beijos minha linda, um ótimo final de semana pra ti, obrigada pelo carinho

Chris

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Amiga Serena,

Lindo o seu poema... Magnifico!

Muita luz para vc ser vc mesma, viu? E continuar escrenvendo e encantando lindamente como fazes... Parabéns!

Com carinho,
Whesley

* Fada * disse...

*Lindo poema, *Serena_Querida !!!

*Como você está ?! Tudo bem ?!

*Ótima quarta-feira !!!

*Beijossssssssssssss.

Blog Widget by LinkWithin