sexta-feira, 29 de maio de 2009

"URGENTEMENTE"

É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.
É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.
É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.
Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.
Eugénio de Andrade


13 comentários:

Maldita Futebol Clube disse...

È urgente postar um comentário
È urgente você saber, dadivosa e serna flor, que o seu blog é maravilhosos, que você transmite uma paz celestial e que eu adoro estar sempre por aqui...
è urgente sua presença no MFC TB!Rs...beijão leandro

Sonia Schmorantz disse...

Decore sua alma ,
da forma mais linda que souber,
com uma poesia que lhe toque o coração,
para que na sua mudez, seja feliz,
pois alma que é, será sempre sua,
sem que ninguém no mundo a tire de você.
(Eda Carneiro da Rocha)

Desejo a você um maravilhoso final de semana,
Com muita paz e carinho.

Sônia

Isa disse...

Esse poema´diz o que nós,de uma forma ou de outra,sabemos e desejamos.
AMOR é indispensável à VIDA!
Beijo.
isa.

AC Rangel disse...

É urgente, Serena. Pense em tudo que é urgente e não deixe de fazer nada que vc possa fazer para atender. É urgente...

Maldita Futebol Clube disse...

Mas, pensando bem ...nem tudo é urgente...por exemplo: estar em seu blog e ler seus posts, isso demanda calma e portanto sair daqui não é , nunca foi e nem o será urgente!beijos, leandro

Cleo disse...

O amor sempre é urgente.
Beijos Serena.
Cleo

Cleo disse...

voltei, gostei mais do teu poema na postagem anterior. "Eu mesma"
Beijos e parabéns.
e que bom que voltei, está tocando Sonata ao Luar, belíssimo.
Beijos de novo.
Cleo

REGGINA MOON disse...

...e é por essa urgência que precisamos sempre estar alertas e divulgarmos sempre a palavra certa, o amor, a todo momento...sempre!

Um grande abraço,

Reggina Moon

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

"Não sou como a abelha saqueadora que vai sugar o mel de uma flor, e depois de outra flor. Sou como o negro escaravelho que se
enclausura no seio de uma única rosa e vive nela até que ela feche as pétalas sobre ele; e abafado neste aperto supremo, morre
entre os braços da flor que elegeu."

( Roger Martin)

Passando para desejar um final de semana com muito amor e carinho.
Abraços do amigo Eduardo Poisl

disse...

Bom dia minha linda, exclui o orkut e com ele alguns aborrecimentos!!!
Linda, exclui meu blog anterior pois estava com problemas de feed, sendo assim fiz um novo e nele vc ainda não é seguidora, se te interessar o link é http://butterflyle.blogspot.com/
Um lindo fds
Bjssss
Lê (Mimos da Lê)

Ana Rita disse...

"Porque quando a melodia encanta o meu olhar,
Uma gota de nostalgia desprende-se,
Formando um abundância que cai, face abaixo,
Que me percorre,
Deixando por todo o corpo
As letras que me compões,
Fazendo da minha pele, papel,
Onde escreves com tinta,
Os sentidos que me consagras."

:) Beijo

Emerson Souza disse...

Muito bonito.
Bjus e bom domingo.

tossan disse...

Minha flor que bela poesia escolhetes, és sensível ao luar! Beijo

Blog Widget by LinkWithin