quarta-feira, 8 de julho de 2009

"LIBERDADE"



Dos pássaros anseio a liberdade
Voar...voar, ir mais além
Dar vôos rasantes sobre a cidade
Sem me prender à nada nem ninguém.

E voando esqueçerei da vida...
esquecerei de mim e de você
Sempre estarei de partida
alçando vôo em cada alvorecer.

Voarei sobre rios e mares
Enfrentarei chuva e trovão
Meu ninho farei em muitos lugares
Para os poetas serei inspiração.

Não mais cativa serei,
Liberdade será minha sina.
Dos teus grilhões me libertarei
Serei ávida feito ave de rapina.

Mas a liberdade também é fantasia
Me fazendo refém da ilusão
Me liberto das amarras que me prendia
Mas me torno prisioneira da solidão.

Serena.

11 comentários:

Rosana Ibanez disse...

Olá tudo bem?
Adorei o seu blog e vou visitá-lo sempre.
Liberdade é poder ser você mesma, sem barreiras, sem limites, ir além do imaginável...
lindo. Adoro poemas!
Beijos

Mylla Galvão disse...

Serena,
Tornar-se prisioneira da solidão...
Essa é uma frase muito forte. Só se torna refém ou prisioneira da solidão, quando se quer...
No mais tenha-a apenas como companheira, amiga...
Fica mais leve!!!
Belo poema!!!

Vá me visitar no Lua Imaginada, tem selinho lá prá vc!!!
http://luaimaginadapoemas.blogspot.com

bjão

Susi^Â^ disse...

sonhou o sonho de Ícaro. bj

Sonia Schmorantz disse...

Liberdade tem preço...
beijos amiga, ótimo final de semana

Mai disse...

Voar e o que seria estar libertos?
Nascemos e, em meio às determinações genéticas, o livre arbítrio e, destinos certos, outros incertos.
Em meio à tudo, leis da natureza que nos conclamam à reflexão de que somos iguais? Somos humanos mas temos o mesmo destino e de poeira cósmica, voltaremos ao pó.

Resta-nos o fluxo das coisas, da vida, do ir sendo e ai, sim, talvez a liberdade - de imaginar, sonhar...

Belíssimo texto, Serena.

Beijos,

Úrsula Avner disse...

Um encanto de poesia Serena Flor. Tens alma poeta certamente. Bj.

Nayla disse...

Olá amiga eu queria te oferecer um selinho, espero que goste. Não tem aquele selinho q vc me ofereceu eu não achei. Bjs

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Se cada dia cai, dentro de cada noite,
há um poço
onde a claridade está presa.
há que sentar-se na beira
do poço da sombra
e pescar luz caída
com paciência.

Pablo Neruda

Desejo um belo domingo e uma linda semana.
Abraços

ciganinha, uma alma sonhadora disse...

ola querida to passando p t deixar um selinho ta no selinho e fotos anjo da quarda. bjus

UIFPW08 disse...

Feliz dia do amor...
MAuriziao

Simplesmente Amor disse...

Não estamos livres ao libertarmos as nossas asas, não é mesmo?
Mas... até na solidão podemos sorrir lá encontramos a nóssa intimidade!

Um beijo prá lá de carinhoso para vc!

Blog Widget by LinkWithin