quinta-feira, 13 de agosto de 2009

"SOU DE LUA E VOCÊ?"


Minguo, cresço
Me renovo, me encho!
Sou da mata, da magia
Aquela que te mata de dor ou alegria.
Que te contagia, que causa saudade.
Sou a Deusa da noite, a mulher do dia.
Que corre com os lobos com a força de um urso.
Que não precisa de escudo.
Que voa com as borboletas
Aquela que diz tudo.
A menininha que dança
A selvagem que caça
A sedutora que não cansa
A senhora da graça.
Sou aquela que veio ao mundo para amar
Para viver e mudar
Sou assim, um caleidoscópio lunar.

Cecília Meirelles



8 comentários:

Luis F disse...

Adorei conhecer esta alma de poeta... aqui a suavidade dos poemas, o encanto, o sentimento, deslizam em correntes de beleza que preenchem o espaço e a alma de quem as lê.

Com amizade
Luis

Sonia Schmorantz disse...

Que belo poema de Cecilia Meireles, somos todas um pouco luas, todas temos fases...
beijos, lindo final de semana

elvira carvalho disse...

Amiga, a festa hoje é no Sexta. Passe por lá e junte-se a nós.
Um abraço e fico à espera.

neide disse...

Completamente de lua, mas é isso que nos torna tão especiais, não é? rsr

Já conhecia esse poema, é belíssimo.

Boa noite e ótima semana.

Bjsss

Otário disse...

Gostaria de conhecer
esta menina mulher:)

Não conhecia este texto da
Cecília Meireles. No fundo,
até aprecio os seus textos.
Parabéns ao seu talento!

Unseen Rajasthan disse...

Beautiful Post.I ter um dom para you.Do visita meu perfil e recolher-la.

neide disse...

Somos todas de lua, mas é justamente isso que nos torma tão especiais, não é, rsrs

Bjs querida e ótima semana.

Ana Lucia Nicolau disse...

Cpelo blog do Victor...ele tem razão esse blog é muito bom... quanto à poesia de Cecília Meirellis... sem comentários MNaravilhosa ...

Blog Widget by LinkWithin