domingo, 17 de janeiro de 2010

"IRMÃO HAITIANO"







Pelas ruas entre os escombros
chora a criança assustada,
Traz o irmãozinho nos ombros
Procurando a mãe soterrada.

Entre as ruínas, um grito abafado
É mais um irmão que geme e que chora
Por baixo das pedras...corpo mutilado
Ora, roga à Deus e implora.

Meus olhos não querem enxergar
tanta dor e destruição
Mães sem filhos pra beijar,
corpos estendidos pelo chão.

Nas ruas um cenário de guerra
Só que dessa vez sem inimigo
Pelo chão o sangue banhando a terra
Gente gritando querendo abrigo.

Do que ali restou,a vida se fez ausente,
Minha alma de poeta chora e sofre também
Calo pelos mortos e pelo irmão sobrevivente
E Pelo povo sofrido que das mazelas virou refém.

Serena.

12 comentários:

Isa disse...

Cada dia k passa,cada minuto q acaba,a Vida de Alguém se apaga tb.
Beijo.
isa.

Angela Reis (Luna) disse...

Profundo...

Sigamos poetizando não só nossas alegrias, bem como nossas tristezas... a poesia social é uma forma de mostrar nossos sentimentos em relação a dor do mundo, quanto essa dor nos comove e passa ser a dor da gente...

Jesus te abençõe!!

PS. a Caixa econoômica federal criou uma conta para arrecadar fundos para nossos irmãos haitianos (Ag 0647, operação 003, conta 600-1 PNUD/Haiti.

Tatiana disse...

Muito triste tudo o que aconteceu...

Suas palavras tocam a minha alma!

Obrigada Amiga por sua presença e palavras em meu blog.

Um beijo carinhoso com admiração

Mylla Galvão disse...

Nossa Serena,
Mto triste e muito verdadeira essa sua poesia!!!

São fenômenos da natureza que não dá para se prever ainda...
Quem sabe um dia o homem possa?

Xaudades de vc!!!

bjão

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Serena...nessas horas temos mais éque agradecer pelos problemas que temos...engraçado isso,mas eles se tornam tão pequenos...
Bem...queria te convidar...lá vai...

Vamos a parte colada...rs

Mudando de assunto, eu agora te convido a participar do aniversário de três anos do Verseiro, no dia 26 de janeiro.
A idéia é que cada um que queira participar, faça uma postagem colocando uma foto sua quando criança ou adolescente junto a irmãos, primos ou amigos e conte alguma passagem de sua vida nessa época, alguma travessura, algum fato que marcou em sua memória de forma alegre, engraçada...rs
Vamos comemorar e sorrir juntos...
Conto com sua presença, mas fique a vontade quanto a fazer a postagem ou não ok...

“O passado não reconhece seu lugar
Está sempre presente”

Mário Quintana

Um abraço na alma...bjo

* Fada * disse...

*Serena... a TRISTEZA se tornou

*Rainha no HAITI !!! Fica até

muito difícil de imaginá-la !!!

*Precisamos REZAR.

*Ótima quarta-feira, minha

*Amiga Querida !!! *

*Fiques com Deus.

*Beijossssssssssssssss.

Rosana Ibanez disse...

Serena!!
Essa sua poesia além de triste é muito verdadeira!!
O nosso país é um lugar abençoado por Deus, pois não vemos tantas catástrofes como nos demais lugares.
Muito triste tudo isso.
um beijão

Sandra disse...

Lindo texto amiga.
Embora com o sofrimento do povo do Haiti.
Estou com saudades de vc.
Já passei outras vezes. Mas vc. não retornou.
Te espero.

AMIGA!
VENHO LHE OFEREER UM LINDO SELINHO DAS MULHERES PODEROSAS. É O QUE TODAS NÓS SOMOS. GUERREIRAS, INTELIGENTES E FORTES.
PASSE LÁ.
ESPERO QUE GOSTE. A CURIOSA FICARÁ MUITO FELIZ SE VC. RECEBER.
UM GRANDE ABRAÇO.
COM MUITO CARINHO
SANDRA

Raquel Cecília disse...

Linda sua homenagem... Sem palavras para dizer como me tocou.

Bjinho

Fica com Deus

Multiolhares disse...

Depois de uma semana e a dor continua nesse povo martirizado
beijinhos

Tatiana disse...

Vim novamente mergulhar nas suas poesias e me inspirar!
Um beijão

Jhow Carvalho disse...

Olá tudo bem espero que sim, estou passando para dizer que voltei a postar no meu blog, quando puder faça um visitinha ao meu cantinho, depois passo aqui com mais tempo.:D
estava com saudades de você flor, quando tiver mais tempo passo aqui e leio o que você escreveu, que tenho certeza que é lindo como sempre...
beijão...

Blog Widget by LinkWithin