segunda-feira, 27 de outubro de 2008

"ABRE ASPAS II" BLOGAGEM COLETIVA.


Esta é uma iniciativa da Luna do Blog Acqua
com o objetivo de incentivar a leituta de poesias e também falar um pouco sobre a vida de seus autores.
A minha poetisa escolhida é "Florbela Espanca"


Poetisa portuguesa, natural de Vila Viçosa (Alentejo). Nasceu filha ilegítima de João Maria Espanca e de Antónia da Conceição Lobo, criada de servir (como se dizia na época), que morreu com apenas 36 anos, «de uma doença que ninguém entendeu», mas que veio designada na certidão de óbito como nevrose. Registada como filha de pai incógnito, foi todavia educada pelo pai e pela madrasta, Mariana Espanca, em Vila Viçosa, tal como seu irmão de sangue, Apeles Espanca, nascido em 1897 e registado da mesma maneira. Note-se como curiosidade que o pai, que sempre a acompanhou, só 19 anos após a morte da poetisa, por altura da inauguração do seu busto, em Évora, e por insistência de um grupo de florbelianos, a perfilhou.
Florbela foi uma mulher de extrema sensibilidade e poetava por uma necessidade íntima, sem se preocupar com o modismo poético da época.

"Ela era um vulcão de paixões e uma mulher fascinante e perturbadora pra época. Conseguia transformar suas dores e coflitos em belas poesias.
Uma mulher atormentada e ainda assim uma alma perfumada!"

Sonhos

Ter um sonho, um sonho lindo,
Noite branda de luar,
Que se sonhasse a sorrir...
Que se sonhasse a chorar...


Ter um sonho, que nos fosse
A vida, a luz, o alento,
Que a sonhar beijasse doce
A nossa boca... um lamento...


Ser pra nós o guia, o norte,
Na vida o único trilho;
E depois ver vir a morte


Despedaçar esses laços!...
...É pior que ter um filho
Que nos morresse nos braços!

Florbela Espanca.



3 comentários:

New disse...

Oiêee!
Obrigada por me 'perseguir'. Adorei e retribuirei com muito carinho. Beijos e boa semana.

acqua disse...

Adorei o seu post. Especial. Eu adoro Florbela Espanca. Até hoje ler seus poemas me causam arrepios. Abraços meus, boa semana e uma excelente segunda-feira...

Elma Carneiro disse...

Olá que cantinho gostoso, aconchegante, romantico, colorido e muito bonito.
A música é bela.Parabéns.
Além do Caliandra do Cerrado vc poderá encontrar no meu perfil, o meu outro blog - Viart- e lá só tem poesias.
Como vejo que gosta... aparece por lá, que me fará muito feliz.
Também gosto muito de Florbela Espanca.
Bjs

Blog Widget by LinkWithin